O que fazer em Nova Orleans?

Olá povo do bem, como é que cês tão?

Fui pra Nova Orleans carinhosamente apelidada por NOLA, mas dessa vez a concepção da viagem foi diferente, não fiz roteiros, não me prendi a cronograma. Fui com todo o meu espirito leve pra sentir a cidade.

NOLA era um colonia Espanhola que depois foi dominada pelos Franceses, até virar um território Americano, sob uma forte influencia Africana trazida pelos escravos, Nova Orleans tem sabores e aromas bem tradicionais e a música caracterizada pelo Jazz e todas as suas variações, tornam a cidade única.

Passei 5 dias apreciando a cidade, embarquei nessa totalmente sozinha, mas no percurso esbarrei com varias pessoas que tornaram mais uma viagem inesquecível .

Eu voei de San Francisco para Nova Orleans e me hospedei no hostel The Atlas House, o hostel tem um preço bacana, nas redondezas tem um restaurante vegano muito massa o SEED, o hostel fica 6min caminhando do ponto de ônibus, onde voce pega o Street car e por U$3.00 voce consegue o day pass valido por 24hrs e voce pode pegar todas as linhas pra se locomover, por 3 dias eu fui para a French Quarter que leva 10min.

French Quarter, caracterizado pelas quadras divididas perfeitamente em quadrados o French Quarter é um dos pontos mais turísticos da cidade, no qual eu achei também o mais pesado em questão vibe, incontáveis bares com musica ao vivo todas as noites, lojas de vodu e deliciosos restaurantes.

Comi um magnifico jambalaya no Royal House e um hot dog no Lucky Dog, ele é um carrinho de cachorro quente que fica na Jackson Square. A Jackson Square possui algumas artes de rua, ciganas e acomoda a St Louis Cathedral. Pra entender um pouco mais sobre a historia de NOLA optei por fazer um Free Walking Tour Guy, um tour que levou em torno de 2hrs pelo French Quarter e te leva pra conhecer o St Louis Cemetery, no fim rolou uma tip de U$10,00 como incentivo pro rapaz.

Museus e atrações 

  • Preservation Jazz house: melhor lugar pra se escutar um jazz raiz, o lugar é quente e pequeno, mas a musica te faz flutuar, era como se minha alma dançasse no universo paralelo, foi lindo e emocionante. U$15,00
  • 1850 House: um museu de porte pequeno que conta a historia de uma familia baronesa, sua fortuna e escravos. U$3,00
  • The Presbytère: MELHOR MUSEU DA VIDA, eu simplesmente amei a intensidade do museu, conta sobre a historia de NOLA, seu incendio e furacões, é tocante. No segundo andar conta a historia do Mardi Grass, o que é bem legal também bem parecido com o nosso carnaval brazuca. U$6,00
  • Frenchmen ST: a Frenchmen é uma rua cercada de bares, onde os locais costumam frequentar, apesar de ter uma quantidade absurda de turistas. E depois da farra bate aquela fome, cheque o Dat Dog, eles tem um ótimo cachorro quente. Real! Achei mais interessante sair pra bar lá do que no French Quarter, vale a pena conferir.
  • Music Factory: apreciadores de musica e vinil irão pirar nesse lugar, vários discos, vários gêneros musicais, um lugar singular.
  • Mother’s: esse restaurante fica afastado do centro turístico, mas é de muito bom gosto. Uma comida muito saborosa daquelas que a gente sente que foi alguém de muita experiência e sabedoria que fez. Mãe. Amei!
  • French Market: um mercado bem artesanal com comida tipica e artistas lindos. Vale dar uma passada.
  • Café du Monde: se nao me falha a informação, a cafeteria mais antiga da cidade. Não se assuste se voce chegar lá e não houver lugar dentro do estabelecimento ou ainda se ver poucas opções no menu. É assim mesmo, pegue seu café seus donuts e sente perto do Rio Mississipi pra apreciar um jazz. Naquela manhã Seu James estava lá pra iluminar minha manhã com sua melodia.
  • City Park: afastado do French Quarter o City Park fica numa região mais residencial da cidade, é lindo e enorme. Lá eu fui no NOMA (New Orleans Museum of Art) U$8,00. E também no jardim de esculturas.
  • Cochon: caso voce queria experimentar algo mais sofisticado, o Cochon é uma boa opção, foi minha primeira vez experimento jacaré e amei. Ele fica localizado proximo ao Hostel que eu estava.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Nova Orleans foi linda e acolhedora, e apesar de ter sentido o quando os locais lutam pela cidade e pra manter o espirito que ali habita, eu amei muito. Fiquei feliz em ter sido tao bem acolhida na cidade do Jazz. Meu eterno agradecimento!

Até breve … beijo grande

Travel guide no canal

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.